Wilo-Rexa SUPRA-V

Descrição das séries

Características especiais/vantagens do produto

  • Elevada segurança do funcionamento e redução dos trabalhos de manutenção graças aos sistemas hidráulicos de canal aberto seguros contra entupimentos com grande passagem livre de objetos sólidos
  • Baixos custos operacionais graças ao melhor rendimento hidráulico (até 60,7 %) e tecnologia de motor IE3 opcional (conforme IEC 60034-30-1)
  • Versões personalizadas para soluções específicas da instalação
  • Elevada vida útil em fluidos abrasivos e corrosivos graças aos revestimentos Ceram

Com Wilo-Digital Data Interface:

  • Ligação simples através da interface de Ethernet
  • Integração simples no sistema de controlo existente graças à utilização de protocolos normalizados
  • Poupança de tempo e simplificação do trabalho diário graças à monitorização à distância confortável do estado de funcionamento e às ferramentas digitais, tais como placa de identificação, diário de manutenção e manual de funcionamento

Wilo-Rexa SUPRA-V com Digital Data Interface: Grande poupança energética e conforto operacional digital para a gestão de águas residuais mais eficiente.

A Wilo-Rexa SUPRA-V com Wilo-Digital Data Interface combina o melhor rendimento hidráulico da sua classe com motores IE3 altamente eficientes (conforme IEC 60034-30-1) e uma conectividade digital totalmente integrada. Deste modo, não só garante custos operacionais mínimos com alta segurança do funcionamento, como também oferece todas as possibilidades de uma ligação de comunicações moderna – uma verdadeira simplificação da rotina diária de trabalho, que se reflete também, em última análise, numa redução dos trabalhos e, consequentemente, em custos mais baixos.

Tipo de construção

Bomba submersível para águas residuais sem e com sistema de refrigeração activo para o funcionamento contínuo na instalação húmida estacionária e portátil, bem como para a instalação estacionária em poço seco.

Aplicação

Bombeamento de

  • águas residuais não tratadas, com matérias fecais e componentes de longas fibras
  • Águas residuais com matérias fecais
  • Águas residuais pré-tratadas, sem matérias fecais nem componentes de longas fibras
  • Água do processo
  • Água poluída

Equipamento/função

  • Modelo pesado e robusto em ferro fundido
  • Motor com refrigeração superficial ou motores de auto-refrigeração com sistema de 1 ou 2 câmaras
  • Opcionalmente com protecção contra explosão conforme a ATEX ou FM
  • Dispositivos de monitorização dependentes do motor:
    • Temperatura de bobinagem
    • Monitorização da humidade na câmara de vedação e no compartimento do motor/caixa de terminais
    • Temperatura do apoio do motor
  • Acessórios montados

Equipamento fornecido

  • Bomba submersível para águas residuais pronta a ligar
  • Cabo de ligação com extremidade do cabo livre
  • Acessórios montados
  • Manual de funcionamento e de manutenção

Código do modelo

Ex.:

Wilo-Rexa SUPRA-V10-738A + FK 17.1-6/16KEx

Sistema hidráulico:

SUPRA-V10-738A

SUPRA

Bomba submersível para águas residuais

V

Impulsor Vortex

10

x10 = diâmetro nominal da ligação da pressão, por ex., DN 100

73

Coeficiente de potência

8

Número da curva característica

A

Versão de material (A = padrão)

Motor:

FK 17.1-6/16KEx

FK

Tipo de motor:

T = Motor com refrigeração superficial sem sistema de refrigeração

FK, FKT, HC = motor de auto-refrigeração com sistema de refrigeração ativo

17.1

Tamanho

6

N.º de polos

16

x10 = comprimento da embalagem em mm

K

Versão de vedação:

H = anel de vedação do veio/empanque mecânico

G = dois empanques mecânicos separados

K = Cassete de vedação de bloco com dois empanques mecânicos

Ex

Com aprovação Ex

Especificações técnicas

  • Ligação de rede: 3~400 V, 50 Hz
  • Modo de funcionamento submerso: S1
  • Modo de funcionamento emerso: S1 ou S2
  • Tipo de proteção: IP68
  • Classe de isolamento: H
  • Temperatura dos líquidos: 3…40 °C, temperaturas mais elevadas disponíveis mediante pedido
  • Passagem livre de objetos sólidos de 45...130 mm
  • Profundidade máx. de imersão: 20 m

Materiais

  • Peças da caixa: EN-GJL ou EN-GJS
  • Impulsor: EN-GJL ou EN-GJS
  • Empanques mecânicos vedantes estáticos: NBR ou FPM
  • Vedação do lado do líquido: Empanque mecânico em SiC/SiC
  • Vedação do lado do motor:
    • Anel de vedação do veio em NBR
    • Empanque mecânico em SiC/SiC ou carvão/cerâmica
  • Veio: Aço inoxidável 1.4021

Descrição/construção

Bomba submersível para águas residuais como agregado bloco submersível para instalação submersível e em poço seco estacionária e portátil.

Sistema hidráulico

A saída do lado da pressão é efectuada como ligação de flange horizontal. A matéria em seco máxima possível é de 8 %. São utilizados impulsores de canal aberto.

Motor

Os motores com refrigeração superficial (motor T) não têm sistema de refrigeração próprio e emanam o seu calor directamente para o fluido circundante através das peças do corpo. Os motores podem, por isso, ser utilizados de modo submerso no funcionamento contínuo. Dependendo do tamanho, estes podem também ser operados emersos no funcionamento temporário.

Os motores de auto-arrefecimento (motor FK, FKT, HC) têm um sistema de refrigeração activo e emanam o seu calor para o fluido através de um permutador de calor integrado. Por isso, estes motores são adequados para o funcionamento contínuo no estado submerso e emerso, e para a instalação em poço seco.

Em todos os motores, existe uma câmara de vedação para a protecção do motor contra a entrada de líquido. Esta pode ser acedida pelo exterior e, opcionalmente, vigiada com um eléctrodo de barra. Todos os fluidos utilizados são potencialmente biodegradáveis e não prejudicam o meio ambiente.

O cabo de ligação tem extremidades livres e o comprimento pode ser personalizado. A entrada dos cabos dos motores T, HC e FKT é fundida de forma hermética em termos longitudinais.

Vedação

Dependendo do tipo do motor, a vedação do lado do fluido e a vedação do lado do motor são possíveis nas seguintes variantes:

  • Variante H: com um empanque mecânico no lado do fluido e um anel de vedação do veio radial no lado do motor
  • Variante G: dois empanques mecânicos independentes
  • Variante K: cassete de vedação de bloco com dois empanques mecânicos independentes

Motores de alta eficiência

Para além dos motores padrão, utilizam-se também motores de alta eficiência com a classificação IE3 (em conformidade com a norma IEC 60034-30). Dado que estes se baseiam no mesmo princípio do que os motores padrão, são iguais em termos de equipamento e de funcionamento. Desta forma, estão também disponíveis os mesmos sistemas hidráulicos.

Aprovação Ex

Os motores estão disponíveis com aprovações Ex conforme ATEX e FM.

Campo de referência total

Wilo-Rexa SUPRA-V

PDF: Wilo-Rexa SUPRA-V

Configurar

Selecção da página

Informações opcionais

Poderá indicar os dados pessoais que pretende que figurem no cabeçalho.

Memorizar