SiFire EN 32/200-193-5.5/6.8/0.55 EDJ

Folha de especificações

Materiais
  • Corpo da bomba
    5.1301, EN-GJL-250
  • Impulsor
    1.4408, GX5CrNiMo19-11-2
  • Veio
    1.4057, X20CrNi17-2
  • Material do vedante
    EPDM
Dados de funcionamento
  • Altura manométrica máx.
    128.00 m
  • Temperatura mín. dos líquidos
    3 °C
  • Temperatura máx. dos líquidos
    50 °C
  • Temperatura ambiente máx.
    40 °C
Dados do motor
  • Potência nominal mecânica
    5.50 kW
  • Fator de potência
    0.88
  • Tipo de proteção
    IP54
Informações sobre os pedidos de encomenda
  • Peso líquido aprox.
    705 kg
  • Marca
    Wilo
  • Designação do produto
    SiFire EN 32/200-193-5.5/6.8/0.55 EDJ
  • Descrição
    4183996

Curvas características

SiFire EN 32/200

SiFire EN 32/200
SiFire EN 32/200

Informações de encomenda

Information for order placements
  • Marca
    Wilo
  • Designação do produto
    SiFire EN 32/200-193-5.5/6.8/0.55 EDJ
  • Número EAN
    4048482372273
  • Descrição
    4183996
  • Peso bruto aprox.
    735.0 kg
  • Peso líquido aprox.
    705 kg
  • Comprimento total
    1230.0 mm
  • Altura sem embalagem
    1463 mm
  • Cor
    verde/preto/prata
  • Propriedades da embalagem
    Embalagem de venda
  • Tipo de embalagem
    Palete especial
  • Número por camada
    1
  • Largura sem embalagem
    1547.0 mm
  • Quantidade mínima de encomenda
    1
  • Quantidade por palete
    1

Texto de especificação

Grupo de pressão como instalação compacta completamente automática para extinção de incêndios de acordo com a norma EN 12845.

Composto por 2 bombas (principal/de reserva) com estrutura de fundamento horizontal – EN 733 – com acoplamento desmontável, uma com motor eléctrico e outra com motor diesel e bomba Jockey eléctrica, vertical, multicelular, reservatório de pressão com membrana (Conteúdo: 20 l), bem como um quadro de comando por bomba, fixada numa estrutura de suporte robusta.

Modelo SC-Fire E para o motor eléctrico e modelo SC-Fire D para o motor diesel, ambos equipados com Smart Controller, bem como modelo SC-Fire J para a bomba Jockey, construção sólida de peças de perfil especiais com entalhes para empilhador e ganchos, de forma a garantir um transporte seguro e sem problemas. Suporte regulável em altura para o distribuidor de saída, estrutura de fundamento especial para o motor diesel, reduzindo consideravelmente a transmissão de vibrações e aumentando a fiabilidade e vida útil.

Um circuito com interruptor de pressão duplo, manómetro, dispositivo de afluxo, válvula (protegida contra a operação por pessoas não autorizadas) para a bomba principal e de reserva para o arranque automático. Os cabos estão alojados dentro da construção e protegidos contra impactos e cortes. De série equipado com uma membrana instalada directamente no corpo da bomba principal/de reserva para evitar o sobreaquecimento no caso de caudal zero.

Apenas no modelo com motor diesel: Depósito de combustível com sensor de nível de enchimento e volume suficiente para seis horas de funcionamento autónomo, bem como 2 baterias na estrutura de fundamento e carregador de bateria no quadro de comando SC Fire.

Estrutura de fundamento antivibração independente para a bomba do motor diesel.

Um aparelho de distribuição SC-Fire E e um SC-Fire D, bem como SC-Fire J para sistemas de extinção de incêndios de acordo com a norma EN 12845.

Aparelhos de distribuição integrados na caixa de chapa de aço de acordo com o tipo de protecção IP54.

Qualidade muito elevada do comando e funcionamento especialmente fácil graças ao comando SC-Fire, com mostrador LCD baseado em símbolos, guia do utilizador fácil com estrutura de menu simples, interruptor de pressão e interruptor rotativo para ajuste rápido de parâmetros. Unidade de controlo e de comando para a monitorização do funcionamento da instalação.

Instalação montada na estrutura básica em estado pronto para conexão, cablada e entubada.

Pressão de admissão :

No planeamento da configuração do sistema é necessário ter em consideração a pressão de alimentação máxima (ver também as especificações técnicas). A pressão de alimentação máxima admissível é a diferença entre a pressão de funcionamento máxima do sistema, deduzida de forma correspondente pela altura manométrica máxima da bomba com caudal Q = 0. Nas instalações de sprinklers de acordo com a norma EN 12845 a pressão máxima deve ser de 12 bar. Nas instalações de sprinklers com uma subida acentuada, nas quais a diferença de altura entre o sprinkler mais alto e o mais baixo é superior a 45 m, a pressão da água na saída da bomba ou nas tubagens pode ser superior a 12 bar, desde que todos os componentes da instalação estejam concebidos para este nível de pressão.

Instalação da bomba de aumento de pressão em condições de aspiração.

Para a bomba principal/de reserva, é necessário instalar um tanque de entrada com ligação ao tubo de pressão sobre a bomba.

Caudal

Configuração do sistema até 750 m³/h (208 l/s) da bomba principal/de reserva.

Aparelhos de distribuição/dispositivos de comando para sistemas de abastecimento de água de extinção

Wilo-Control SC-Fire E (bomba principal com motor eléctrico)

Hardware:

Unidade de controlo central totalmente automática, instalada em caixa de aço pintada, tipo de protecção IP54, dispositivos de controlo e de indicação na porta frontal

Características e funções:

O design da unidade de controlo depende da potência da bomba conectada (arranque através de DOL ou comutação estela-triângulo). O aparelho é constituído pelos seguintes componentes:

  • Interruptor principal: Liga/desliga o aparelho de distribuição. (Na utilização não autorizada no caso de um incêndio)
  • Ecrã: Mostrador instalado na porta do quadro de comando para operação e indicação. Indica os dados de funcionamento e o estado de funcionamento da bomba e a unidade de controlo e comando através de uma combinação de símbolos e códigos numéricos. A selecção do menu e a introdução dos parâmetros ocorre através do botão vermelho.
  • Microprocessador com Soft-SPS: PLC microprocessador (Soft-SPS), realizado através da programação, a unidade de fornecimento de energia e a cablagem E/S. A configuração da programação depende do sistema e da instalação de sprinklers
  • Indicadores: Luzes indicadoras de longa duração indicam a prontidão e o funcionamento da bomba, a activação do interruptor de pressão e do interruptor de bóia, um arranque falhado, um erro colectivo, arranque manual e paragem manual
  • Teclas: Teclas de pressão para o arranque manual e a paragem manual, o teste de lâmpadas e a confirmação de alarmes e avisos
  • Protecção: Fusíveis que toleram a corrente de arranque durante um mínimo de 20 s
  • Arranque do motor: Contactor para a ligação directa, até 22 kW, com maior potência arranque através da comutação estrela-triângulo
  • Protecção do motor: Apenas para a sinalização
  • Monitorização da alimentação de água: Através de um interruptor de bóia, para que o nível de água se encontre sempre, no mínimo, a 2/3 do tanque de entrada
  • Monitorização da potência: Alimentação de corrente e potência da bomba
  • Relatório de sinais resumido: Erros de todo o tipo são indicados através de um indicador de erro comum
  • Relatório de sinais individual: Através de um indicador de erro é indicada a mensagem de erro importante Falha no arranque
  • Mensagens de erro e confirmação: Todas as mensagens de erro são indicadas através de LEDs, apresentadas no mostrador como códigos de erro e têm de ser confirmadas

Software:

  • Programado na fábrica para funcionamento totalmente automático
  • Informações sobre tensão, intensidade de corrente e potência da bomba
  • Navegação de menus com apresentação de símbolos

Corresponde às seguintes normas:

  • Instalações de combate a incêndios fixas - Instalações de sprinklers automática (EN 12845), parte sobre bombas com motor eléctrico
  • Equipamento eléctrico de máquinas (EN 60204-1)
  • Combinações de aparelhos de distribuição de baixa tensão (EN 61439-1 e EN 61439-2)
  • CEM - Imunidade para ambientes industriais (EN 61000-6-2)
  • CEM - Emissão de interferências de compatibilidade electromagnética para as áreas residenciais, comerciais e industriais, bem como, de pequenas empresas (EN 61000-6-3)

Descrição do funcionamento:

Com os dispositivos de comando Wilo SC-Fire E é possível comandar bombas com motor eléctrico, sensores para a gestão de bombas, bem como o nível de informação. A unidade SC é comandada através de um microprocessador com Soft-SPS. Destina-se ao comando e controlo das funções necessárias de instalações de aumento de pressão para o abastecimento de água de extinção de acordo com a norma EN 12845 para fins de teste e durante o funcionamento da instalação de sprinklers.

A lógica de funcionamento da unidade de extinção de incêndios baseia-se na calibração em cascata dos interruptores de pressão para o arranque da bomba.

Se for necessária uma grande quantidade de água devido à abertura de um ou mais circuitos devido a um sprinkler defeituoso, a pressão do sistema cai. Em seguida o SC-Fire Controller acciona o arranque da bomba principal. Quando a bomba eléctrica principal não arranca em sistemas com várias bombas (por exemplo devido a problemas na alimentação de corrente), é activado o interruptor de pressão da bomba de reserva e iniciada a bomba devido à queda de pressão. Em alguns casos também é possível utilizar dois ou mais motores eléctricos. Assim que se fecha o circuito dos sprinklers ou a válvula de cunha, através da qual se realiza a alimentação das cabeças dos sprinklers, gera-se novamente no sistema a pressão de retenção (pressão de repouso). Em seguida é necessário premir as teclas de paragem do SC-Fire, para parar a bomba principal e de reserva.

Outras informações:

Uma vantagem considerável do Smart Controller SC-Fire é a facilidade de utilização da comprovada tecnologia "botão vermelho" da Wilo. O núcleo do SC é o controlador lógico programável Soft SPS, que se baseia exclusivamente na extensa experiência da Wilo. Toda a programação realiza-se internamente. Desta forma é possível utilizar estes dispositivos de controlo de nova geração de forma flexível, e correspondem aos requisitos específicos do cliente em todos os mercados.

Wilo-Control SC-Fire D (bomba principal com motor diesel)

Hardware:

Unidade de controlo central totalmente automática, instalada em caixa de aço pintada, tipo de protecção IP54, dispositivos de controlo e de indicação na porta frontal

Características e funções:

O design da unidade de controlo depende da potência da bomba conectada. O aparelho é constituído pelos seguintes componentes:

  • Interruptor principal: Liga/desliga o aparelho de distribuição. (Na utilização não autorizada no caso de um incêndio)
  • Ecrã: Mostrador instalado na porta do quadro de comando para operação e indicação. Indica os dados de funcionamento e o estado de funcionamento da bomba e a unidade de controlo e comando através de uma combinação de símbolos e códigos numéricos. A selecção do menu e a introdução dos parâmetros ocorre através do botão vermelho.
  • Microprocessador com Soft-SPS: PLC microprocessador (Soft-SPS), realizado através da programação, a unidade de fornecimento de energia e a cablagem E/S. A configuração da programação depende do sistema e da instalação de sprinklers
  • Indicadores: Luzes indicadoras de longa duração, que indicam o seguinte: Prontidão da bomba, funcionamento da bomba, activação do interruptor de pressão, activação do interruptor de bóia, desactivação do modo automático, desactivação do aquecimento do motor, alarme de temperatura, alarme de pressão de óleo, falha de arranque, alarme de correias, nível de combustível baixo, erro colectivo, paragem manual
  • Teclas: Tecla de pressão para o arranque manual, a bateria de arranque A, a bateria de arranque B, o teste de lâmpadas e a confirmação de alarmes e avisos
  • Protecção: Fusíveis para o aquecimento e carregador de bateria no quadro de comando
  • Arranque do motor: Processo de arranque automático com 6 tentativas de arranque através de duas baterias alternantes ou directamente através da tecla de arranque no painel frontal
  • Protecção do motor: Monitorização de parâmetros de funcionamento típicos do motor diesel (temperatura, pressão do óleo, etc.) sem paragem
  • Monitorização da alimentação de água: Através de um interruptor de bóia, para que o nível de água se encontre sempre, no mínimo, a 2/3 do tanque de entrada
  • Monitorização da alimentação de corrente: Mensagem de erro do carregador de bateria em caso de falha da alimentação de corrente
  • Relatório de sinais resumido: Erros de todo o tipo são indicados através de um indicador de erro comum
  • Relatório de sinais individual: Erros individuais importantes são indicados através de indicadores de erro individuais
  • Mensagens de erro e confirmação: Todas as mensagens de erro são indicadas através de LEDs, apresentadas no mostrador como códigos de erro e têm de ser confirmadas

Software:

  • Programado na fábrica para funcionamento totalmente automático
  • Informações sobre a velocidade do motor, tensão de carga, corrente de carga.
  • Navegação de menus com apresentação de símbolos

Corresponde às seguintes normas:

  • Instalações de combate a incêndios fixas - Instalações de sprinklers automática (EN 12845), parte sobre bombas com motor diesel
  • Equipamento eléctrico de máquinas (EN 60204-1)
  • Combinações de aparelhos de distribuição de baixa tensão (EN 61439-1 e EN 61439-2)
  • CEM - Imunidade para ambientes industriais (EN 61000-6-2)
  • CEM - Emissão de interferências de compatibilidade electromagnética para as áreas residenciais, comerciais e industriais, bem como, de pequenas empresas (EN 61000-6-3)

Descrição do funcionamento:

Com os dispositivos de comando Wilo SC-Fire D é possível comandar bombas com motor diesel, sensores para a gestão de bombas, bem como o nível de informação. A unidade SC é comandada através de um microprocessador com Soft-SPS. Destina-se ao comando e controlo das funções necessárias de instalações de aumento de pressão para o abastecimento de água de extinção de acordo com a norma EN 12845 para fins de teste e durante o funcionamento da instalação de sprinklers.

A lógica de funcionamento da unidade de extinção de incêndios baseia-se na calibração em cascata dos interruptores de pressão para o arranque da bomba.

Se for necessária uma grande quantidade de água devido à abertura de um ou mais circuitos devido a um sprinkler defeituoso, a pressão do sistema cai. Em seguida o SC-Fire Controller acciona o arranque da bomba do motor diesel. Assim que o circuito dos sprinklers ou a válvula de cunha, através da qual se realiza a alimentação das cabeças dos sprinklers, é fechada, gera-se novamente a pressão de sistema. Em seguida é necessário premir as teclas de paragem do SC-Fire, para parar a bomba.

Outras informações:

Uma vantagem considerável do Smart Controller SC-Fire é a facilidade de utilização da comprovada tecnologia "botão vermelho" da Wilo. O núcleo do SC é o controlador lógico programável Soft SPS, que se baseia exclusivamente na extensa experiência da Wilo. Toda a programação realiza-se internamente. Desta forma é possível utilizar estes dispositivos de controlo de nova geração de forma flexível, e correspondem aos requisitos específicos do cliente em todos os mercados.

Wilo-Control SC-Fire J (bomba Jockey com motor eléctrico)

Hardware:

Unidade de controlo totalmente electromecânica, instalada em caixa de aço pintada, tipo de protecção IP54, dispositivos de controlo e teclas na porta na porta frontal

Características e funções:

O design da unidade de controlo depende da potência da bomba conectada. O aparelho é constituído pelos seguintes componentes:

  • Interruptor principal: Liga/desliga o aparelho de distribuição
  • Indicadores: Luzes indicadoras de longa duração, que indicam a prontidão da bomba, o funcionamento da bomba e erros colectivos
  • Interruptor: Interruptor rotativo para o ajuste do modo manual ou do modo automático
  • Arranque do motor: Relé directo
  • Protecção do motor: Interruptor para protecção contra curto-circuitos e sobrecargas
  • Relatório de sinais individual: Mensagem de erro do motor (curto-circuito, sobrecarga)
  • Mensagens de erro e confirmação: A mensagem de erro do motor é indicada através de LEDs correspondentes. A confirmação realiza-se no reinício do disjuntor-motor

Corresponde às seguintes normas:

  • Instalações de combate a incêndios fixas - Instalações de sprinklers automática (EN 12845), parte sobre bombas Jockey
  • Equipamento eléctrico de máquinas (EN 60204-1)
  • Combinações de aparelhos de distribuição de baixa tensão (EN 61439-1 e EN 61439-2)
  • CEM - Imunidade para ambientes industriais (EN 61000-6-2)
  • CEM - Emissão de interferências de compatibilidade electromagnética para as áreas residenciais, comerciais e industriais, bem como, de pequenas empresas (EN 61000-6-3)

Descrição do funcionamento:

Com as unidades Wilo-Control Fire J é possível controlar bombas Jockey com motor eléctrico e sensores de acordo com a norma EN 12845, para fins de testes e para o funcionamento da instalação de sprinklers.

A lógica de funcionamento da unidade de extinção de incêndios baseia-se na calibração em cascata dos interruptores de pressão para o arranque da bomba.

A bomba Jockey que se destina ao aumento da pressão é iniciada em primeiro lugar e assegura que o sistema é enchido com água e que permanece sob pressão. É activada em caso de queda de pressão no sistema. O controlo do arranque e paragem é realizado através de um interruptor de pressão calibrado correctamente.

Dados de funcionamento
  • Altura manométrica máx.
    128.00 m
  • Temperatura mín. dos líquidos
    3 °C
  • Temperatura máx. dos líquidos
    50 °C
  • Temperatura ambiente máx.
    40 °C
  • Pressão de alimentação
    0.59 bar
Dados do motor
  • Potência nominal mecânica
    5.50 kW
  • Fator de potência
    0.88
  • Tipo de proteção
    IP54
Materiais
  • Corpo da bomba
    5.1301, EN-GJL-250
  • Impulsor
    1.4408, GX5CrNiMo19-11-2
  • Veio
    1.4057, X20CrNi17-2
  • Material do vedante
    EPDM
Informações sobre os pedidos de encomenda
  • Marca
    Wilo
  • Designação do produto
    SiFire EN 32/200-193-5.5/6.8/0.55 EDJ
  • Peso líquido aprox.
    705 kg
  • Descrição
    4183996

Downloads

Wilo-MVIL

Article Number 4086201
Edition 1502
Número da versão 03
Tamanho da página A4
Número de páginas 13

PDF (1 MB)

Transferir

Wilo-SiFire EN

Número de páginas 38

PDF (7 MB)

Transferir

Wilo-Control SC-Fire Diesel

Article Number 2541367
Edition 1510
Número da versão 02
Tamanho da página A4
Número de páginas 33

PDF (2 MB)

Transferir

Wilo-Control SC-Fire Electric

Article Number 2539954, 2541365, 2541366
Edition 1510
Número da versão 02
Tamanho da página A4
Número de páginas 31

PDF (2 MB)

Transferir

Wilo-Control SC-Fire Jockey

Número de páginas 10

PDF (804 kB)

Transferir

PDF: SiFire EN 32/200-193-5.5/6.8/0.55 EDJ

Configurar

Selecção da página

Informações opcionais

Poderá indicar os dados pessoais que pretende que figurem no cabeçalho.

Memorizar