Wilo is hydrogen ready!

Voltar à visão geral

26.10.2021

A importância dos sistemas de bombas na cadeia de valor do hidrogênio verde.

Dortmund. Como vencedor do Prémio Alemão de Sustentabilidade 2021 na categoria "Clima", a Wilo está plenamente consciente da sua responsabilidade empresarial e reafirmou o seu compromisso com a proteção do clima e a sustentabilidade. Ao fornecer produtos que contrariam as alterações climáticas e a escassez de energia, a Wilo está a promover soluções para o futuro e amigas do ambiente, como a produção de Hidrogênio. As bombas e sistemas Wilo irão desempenhar um papel importante para tornar a produção de Hidrogênio verde ainda mais eficiente no futuro.

O Hidrogênio oferece ao nosso mundo uma nova e mais eficiente fonte de combustível, e é fundamental para alcançar os objetivos de proteção climática acordados em Paris até 2050. Descoberto em 1766 por Henry Cavendish, o Hidrogênio é a estrutura química mais abundante no universo, ao mesmo tempo que não produz CO2 quando queimado, apenas água e calor. Pode ser utilizado para descarbonizar eletricidade, aquecimento, transporte e indústria. "Os objetivos de proteção climática da República Federal da Alemanha são bastante ambiciosos. Para atingir estes objetivos, dependeremos da importância do Hidrogênio verde, por exemplo, proveniente da América Latina. Para desenvolver a infraestrutura para a produção de Hidrogênio verde na América Latina, existe um grande potencial para as tecnologias alemãs e para a transferência de know-how", diz Svenja Ahlburg, Diretora do Grupo América Latina & Diretora Geral WILO México Bombas Centrifugas.

Hidrogênio na América Latina

A América Latina é uma região com um enorme potencial para a criação de Hidrogênio verde. Os governos e o setor privado já reconhecem a sua importância e investem fortemente na mesma. Em março de 2021, o governo do Brasil anunciou a sua intenção de fazer do Hidrogênio verde um dos elementos-chave na produção de energia do país. "O potencial na América Latina para a produção de Hidrogênio verde é muito grande. A maior fábrica de hidrogênio verde do mundo está prevista para ser construída no Brasil, um projeto de 5,4 bilhões de dólares que produzirá mais de 600 milhões de quilos de hidrogênio verde anualmente. A operação deve começar em dezembro de 2022", diz o governador do estado do Ceará, Camilo Santana.

O Chile já pode ser visto como um pioneiro na produção de hidrogênio na América Latina. Até 2030, o país pretende tornar-se o maior exportador e líder de preços na produção de hidrogênio, especialmente impulsionado pela produção a partir da energia eólica e solar. Atualmente, 11 países (Argentina, Colômbia entre outros) da região já publicaram ou estão preparando estratégias e roteiros nacionais de hidrogênio, e um pipeline de mais de 25 projetos de hidrogênio com baixo teor de carbono está em fase inicial de desenvolvimento.

Bombas e sistemas Wilo na cadeia de valor do Hidrogênio

A Wilo pode tornar-se um ator global na criação e armazenamento, distribuição, e utilização do Hidrogênio. "Foram definidas tecnologias e sistemas de Hidrogênio como uma cadeia de valor de interesse estratégico. Isto faz com que o sistema de soluções Wilo também seja relevante aqui. No futuro, os nossos produtos e sistemas darão uma contribuição essencial para a criação, distribuição e utilização de Hidrogênio verde e azul", diz Oliver Hermes Presidente & CEO do Grupo Wilo.

A Wilo já tem em sua cartela numerosos produtos e soluções que podem ser utilizados na primeira fase, ou seja, geração e armazenamento, desde bombas de funcionamento inverso para acionamento de geradores hidroelétricos e bombas para circuitos de arrefecimento em turbinas eólicas até atuadores de acionamento de rotor para estas turbinas. E à medida que o Hidrogênio se dirige ao consumidor final, existem ainda mais amplas possibilidades de utilização dos produtos, soluções e serviços da Wilo, incluindo em áreas como a tecnologia de células de combustível. Estima-se que, até 2050, o Hidrogênio terá um potencial de mercado de cerca de 2,100 mil milhões de euros com potencial para criar cerca de 30 milhões de empregos em todo o mundo.